Post Anterior:

Próximo Post:

Conheça os alimentos amigos da concentração e da memória

a8967084a3708bafdf1b86a8e7ed1ff8

Algumas mudanças no cardápio podem ajudar o nosso cérebro a se manter mais concentrado e até a melhorar a memória. Uma alimentação adequada, rica em antioxidantes, também faz parte das ações para prevenir as chamadas doenças degenerativas, como Alzheimer e Parkinson. Uma dica importante é não pular refeições, principalmente o café da manhã. Isso pode comprometer o desempenho cerebral por falta de glicose e levar à fadiga mental.O ideal é fazer 5 refeições por dia, sem pular nenhuma, com intervalo de 3 horas cada uma. Confira quais são os alimentos que protegem o seu cérebro:

Glicose

A glicose é o principal combustível para o funcionamento dos neurônios cerebrais. A hipoglicemia, que é a falta de glicose no organismo, pode comprometer o raciocínio, a atenção e a concentração. Em casos extremos pode até levar ao coma. Ao escolher as melhores fontes de glicose fique com os cereais integrais, legumes e frutas.

Zinco

O zinco desempenha função regulatória no organismo. Ele atua na atividade neuronal, na memória e na concentração, além de possuir ação anti-inflamatória. O zinco protege os neurônios contra os radicais livres e preserva as membranas dos neurônios, colaborando para a troca de informações entre eles. Você pode encontrar zinco em carnes vermelhas, ovos, ostras, caranguejo, laticínios e fígado.

Vitamina C

Ela também é um antioxidante e participa da atividade química dos neurônios, sendo importante para a memória e para a concentração. Boas fontes de vitamina C são as frutas cítricas, a acerola e o Kiwi.

Selênio

Estudos mostram que esse mineral tem um forte impacto sobre o cérebro. Pessoas com baixos níveis de selênio podem sofrer distúrbios na atividade dos neurotransmissores – substâncias produzidas pelo neurônio que tem como função levar informações de uma célula a outra -, podendo até sofrer alterações de humor. O selênio ajuda substâncias como a serotonina, a dopamina e a acetilcolina, que são fundamentais para a transmissão de mensagens entre os neurônios e o bom funcionamento cerebral. Boas fontes de selênios são grãos, alho, carne, frutos do mar, castanha-do-pará, nozes, avelãs e abacate.

Ferro

A principal função do ferro no nosso organismo é ajudar a carregar o oxigênio para os tecidos, inclusive para o cérebro. Quando os níveis de ferro diminuem, o organismo fica com pouco oxigênio disponível, resultando em fadiga, perda de memória, concentração reduzida, apatia, perda de atenção e atenção reduzida no trabalho. As fontes de ferro podem ser separadas em animais e vegetais, sendo que as primeiras são melhores absorvidas pelo organismo. Dentre as fontes animais estão as carnes vermelhas, principalmente fígado de qualquer animal, e outras vísceras, como rim e coração, carnes de aves, de peixes e mariscos crus. Entre os alimentos de origem vegetal, destacam-se as folhas na cor verde-escura, como o agrião, couve e cheiro-verde; as leguminosas, como feijões, fava, grão-de-bico, ervilha e lentilha; e grãos integrais ou enriquecidos.

Fósforo

O mineral tem um papel fundamental no funcionamento do cérebro, uma vez que atua na constituição da membrana celular. O fósforo deve estar presente principalmente na alimentação dos estudantes, já que o nutriente ajuda a evitar a sobrecarga que o corpo pode sofrer devido ao excesso de atividades mentais. São boas fontes de fósforo leite, carne bovina, aves, peixes e ovos, cereais, leguminosas, frutas, chás e café.

Vitamina E

O nutriente é um antioxidante e sua deficiência pode provocar danos nas fibras nervosas. A falta de vitamina E pode provocar alterações neurológicas como diminuição dos reflexos e diminuição da sensibilidade vibratória, podendo ocasionar a falta de concentração para exercer as atividades. São fontes de Vitamina E os azeites vegetais, cereais e verduras frescas.

Vitamina B1 (tiamina)

A vitamina B1 desempenha um papel essencial no metabolismo dos carboidratos, que são a maior fonte de energia para as células. Pessoas com falhas no metabolismo cerebral, como desnutridos e alcoólatras, apresentam deficiência desse nutriente. As principais fontes: carnes, cereais, nozes, verduras e cerveja. Nota: alguns peixes, crustáceos e chás pretos podem conter fatores anti-tiamina.

Vitamina B3 (Niacina)
Ela ajuda a desenvolver a memória e a concentração, além de combater o stress. Você pode encontrar a niacina em carnes e miúdos, produtos de trigo integral, produtos de farinha branca enriquecida, legumes e levedura fermentada.

Vitamina B6 (Piridoxina)

Uma das vitaminas mais importantes para o sistema nervoso central, pois ajuda o cérebro a produzir os neurotransmissores, vitais ao seu funcionamento. Fontes: fígado e carne vermelha, grãos integrais, batatas, vegetais verdes e milho.

Vitamina B12 (Cianocobalamina)

A vitamina B12 está relacionada ao tratamento de deficiências cerebrais e processos degenerativos, principalmente doenças que comprometem funções cognitivas do sistema nervoso periférico, como o movimento. Fontes: alimentos de origem animal, carnes, miúdos, leite em pó e produtos lácteos e ovo (inteiro ou a gema)

Fisetina
Essa substância é capaz de desencadear um processo chamado de “potencialização de longo prazo”, que permite que as memórias sejam armazenadas no cérebro com mais facilidade e que o cérebro estabeleça conexões mais fortes entre os neurônios. Suas fontes: frutas vermelhas (principalmente o morango), tomates, cebolas, maçãs, pêssegos, uvas e kiwi.

Ômega3
É um ácido graxo que faz parte da estrutura da matéria cinzenta do cérebro. E promove a comunicação entre as células nervosas, mantendo-as leves e funcionais. Ele ajuda o cérebro a monitorar o humor bem como a memória e a concentração. Alimentos fonte de ômega3 são peixes como atum, salmão, cavala e arenque.

Carboidratos complexos
Por sua digestão ser lenta, os carboidratos complexos fornecem energia ao cérebro constantemente, auxiliando assim na concentração. O consumo desse nutriente deve fazer parte de todas as refeições, mas em quantidades moderadas. Você pode encontrar carboidratos complexos em pães, de preferência integral, arroz integral, barra de cereal e frutas.

Cafeína

Uma pesquisa realizada na London School of Hygiene and Tropical Medicine descobriu que a cafeína ajuda a melhorar a memória e a concentração, bem como a reduzir o número de erros cometidos durante o trabalho. Consumir regularmente até quatro xícaras de 200ml de café por dia pode aumentar a capacidade de atenção, concentração e formação da memória, tanto em adultos como em crianças. Uma dose isolada de café causa um aumento apenas da atenção, mas o consumo regular parece criar condições mais propícias para a consolidação da memória. Mas um alerta: quando ingerida em excesso, a cafeína pode causar o efeito contrário. Boas fontes de cafeína são o café, chá preto e o chocolate amargo.

10 comments

  1. Lele disse:

    Check that off the list of things I was conusfed about.

  2. http://www./ disse:

      29 novembre 2012Merci pour ce petit concours mais aussi pour tes super conseils et merveilleuses vidéos !!! Donc je souhaite participer car j’aime beaucoup le pendentif coeur il est superbe!!!!Merci encore !! bisous

  3. Just started looking for fly fishing blogs.I now have you book marked and will be following.Just started fly fishing here in B.C.Will Keep intouch.

  4. Wonderful story, reckoned we could combine a number of unrelated information, nevertheless truly worth taking a appear, whoa did a single study about Mid East has got far more problerms too

  5. Awesome! Personally, I prefer “Progressives R US”, but “Washcorp” works, and its easier to type.Just guessing, but I’m thinking that the way to improve washcorp is the same way that one improves any corporation – by having a clear and well understood mission that is in alignment with what the customers want.

  6. pdo, tentera upahan cyber….yang tak tau diupah oleh siapa utk mnjatuhkan tok nan gayenya, sapepun yg mengupah xkira dr sebeloh sana atau sini….tulisan anda dpt di baca ,,,,, brape harga sebuah tulisan aok….

  7. mizoegyik sem mukodik…az elso ha invisiblebe vagy is offline-t mutat, a masodik meg csak azt mutassa ha valaki online, hanem errort ir ki…a harmadik pedig egyaltalan nem mukodik.

  8. Lieve Paula, Met een brok in mijn keel lees ik telkens weer je verhaal. Wat moet dit toch vreselijk zwaar zijn zeg……onvoorstelbaar. Ik wens jullie heel erg veel sterkte en kracht om met dit gevecht door te gaan. En vergeet niet; er is nog steeds hoop dat jullie deze strijd gaan winnen!!!

  9. Fokhagymával de gyakran megjártam már én is! rengeteget hozok ki belőle, mert sok fogy, az itteni pedig borzalmasan íztelen. Mostanában a Nagycsarnokban a jobb oldali soron (a turistáson) majdnem teljesen hátul, a Nagy László feliratú mézes Marikánál vettem nagyon jó minőségű, füzéreset, de külön bányásztattam ki vele, ami kint lógott, az kicsit már száraz volt. Ők azt mondják, a valódi magyar fokhagymát onnan lehet felismerni, hogy a laposabb felén az a kör (bocs, botanikusok) kifelé dudorodik (míg a kínai teljesen lapos, vagy befelé horpad)

  10. False kiddie porn complaints closed Henson’s exibition- and , oddly enough by a neo-nazi/white-supremacist pornographer and sex-toy merchant, regarding my criticism of the Henson affair.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>